Kogas avalia local para instalar usina de regaseificação

Kogas avalia local para instalar usina de regaseificação

1 minuto Técnicos da companhia Korea Gas Corporation (Kogas) estão no Ceará dando sequência aos trabalhos para a implantação de uma unidade de regaseificação de Gás Natural Liquefeito (GNL) no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp). “Temos reuniões com eles nestes dias. Os técnicos estão vendo o melhor local para instalar a unidade, e a preocupação deles é em formatar logo o projeto”, diz o secretário de Assuntos Internacionais do Estado, Antônio Balhmann, ao reforçar que a usina será instalada em terra (onshore). Continue lendo

Investimento alemão na ZPE de Pecém

Investimento alemão na ZPE de Pecém

1 minuto Em pleno processo de expansão, a Zona de Processamento de Exportação do Ceará (ZPE-CE) vem buscando estreitar o relacionamento com a Alemanha, para a qual se dispõe a se tornar um novo destino de investimentos. O presidente da ZPE-CE, Mário Lima Júnior, participou na semana passada de uma reunião com empresários alemães na Embaixada da Alemanha, em Brasília. O objetivo, segundo ele, foi dar continuidade às negociações já em curso, planejadas para o ano que vem. Ele, no entanto, não especifica quais Continue lendo

Les nouvelles stratégies commerciales de la Chine

Les nouvelles stratégies commerciales de la Chine

menos de 1 minuto La Chine est depuis 2013 la première puissance commerciale mondiale devant les Etats-Unis. Ce succès est le résultat de l’ouverture économique qu’a connu le pays depuis 1978. Cependant aujourd’hui, bien que Beijing connaisse encore des taux de croissance supérieurs à ceux des états occidentaux, le modèle s’essouffle (en 2016, le taux de croissance atteignait 6,9%, soit le moins bon chiffre depuis 26 ans). Pour relancer son modèle et assurer la stabilité du pays, la Chine tente de développer en douceur Continue lendo

ICC Recommendations on Illicit Trade in Free Trade Zones (FTZs)

ICC Recommendations on Illicit Trade in Free Trade Zones (FTZs)

1 minuto   Free Trade Zones (FTZs) can play an important role in fostering trade flows and attracting local and foreign investment. However, the lack of oversight in a large number of FTZs have allowed for organized criminals to facilitate illicit trade flows in narcotics and counterfeited, pirated or stolen goods. Due to high profits yielded, low risks of detection and relatively low penalties, without appropriate Customs supervision these zones are easy targets for organized crime and illicit trade. The International Chamber of Commerce Continue lendo