23. Já não foram criadas ZPEs demais no Brasil?

Tempo de leitura: 1 minuto

Temos atualmente 26 ZPEs autorizadas no Brasil, um país de 8,5 milhões de quilômetros quadrados, o quarto maior do mundo em extensão territorial. Segundo um estudo do Banco Mundial, em 2008, os Estados Unidos (3o maior) possuíam 266 foreign-trade zones (que são as suas ZPEs) e a China (2o), 187. Outros países, bem menores, também apareciam com um número expressivo dessas zonas, como o Vietnã (185), a Hungria (160), a Costa Rica (139) e o México (109). Vários outros países contavam com mais do dobro das ZPEs brasileiras.

Diante desses números, poder-se-ia argumentar que o Brasil “comportaria” até um número maior do que as que já foram criadas. Mas parece sensato implantar primeiramente as que já foram criadas, antes de partir para uma ampliação desordenada desse número. Da mesma forma, é necessário proceder a uma reavaliação cuidadosa dos fatores responsáveis pelo fato de que somente uma ZPE (a de Pecém, no Ceará), dentre as 26 já criadas, entrou em funcionamento, três décadas após o programa ter sido criado.

Não faz muito sentido continuar aumentando o número de ZPEs para produzir esse mesmo desempenho decepcionante. Há, certamente, bastante coisa errada com a implementação e gestão do programa, que precisa ser corrigida.