UNCTAD e FEMOZA promovem seminário sobre zonas francas no 2018 World Investment Forum – 26/10/2018.

Tempo de leitura: 1 minuto

De dois em dois anos, a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD, na sigla em inglês) realiza um dos mais importantes eventos do mundo sobre os problemas do desenvolvimento. Este ano, em que o Fórum comemora seu décimo aniversário, o tema central será “Investing in Sustainable Development”, e terá lugar no Palais des Nations,  sede das Nações Unidas em Genebra, Suíça, no período 22-26 de outubro.

Estão programados para este Fórum três conferências de cúpula, cinco mesas redondas ministeriais, diálogos com CEOs de empresas multinacionais e vários eventos paralelos sobre temas específicos. Espera-se que estejam presentes mais de cinco mil participantes de alto nível, com interesse em investimentos em várias partes do mundo.

A UNCTAD considera que as zonas francas poderão contribuir significativamente para o desenvolvimento sustentável, especialmente nesta era de digitalização da economia. Por isso, a UNCTAD organizou, em colaboração com a Federação Mundial de Zonas Francas (FEMOZA), também sediada em Genebra, o seminário “Special Economic Zones: Challenges and Opportunities”, a ser realizado no dia 26/10. Este será, seguramente, o mais importante evento internacional deste ano voltado para as zonas francas (ver o folheto acima).

O MDIC, a Secretaria Executiva do CZPE e a ABRAZPE já receberam convites oficiais da Secretaria Geral da UNCTAD para participar do evento. Pessoas indicadas pela ABRAZPE também serão convidadas. A participação no Fórum será gratuita, mas a sugestão é fazer logo a inscrição, dado que as vagas são limitadas e a expectativa é de comparecimento de muitos participantes. Desnecessário acrescentar que recomendamos fortemente a presença dos nossos “zpeístas”. Para informações adicionais, utilize o formulário de contato.

Atenciosamente,

Helson Braga

Presidente

Associação Brasileira de Zonas de Processamento de Exportação – ABRAZPE

 

 

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.